Look: Sheinside

Postei essa foto no instagram e recebi até e-mails de onde era o vestido, então resolvi postar logo e facilitar a vida de quem quer compra-lo!
Eu já fiz posts falando sobre compras online, mas nunca fiquei tããão viciada quanto estou no Sheinside! Ele tem aquele estilo a lá Ebay e Aliexpress. Mas na minha opinião, além de mais confiável, as peças são mais bacanas e os preços nem se falam! Foi amor a primeira compra! <3
Pra quem tem dúvidas de como comprar, eu vou explicar de maneira resumida... Ao entrar no site (CLIQUE AQUI), você escolhe a peça, seleciona o tamanho (as medidas de cada tamanho estão logo a baixo, na "Description") e adicione ao carrinho, se você terminou sua(s) compra(s) e já está pronto para pagar, é só passar o mouse por cima de "My Cart" e clicar em "Pay Now". Após clicar em "Pay Now", o site vai pedir que você faça o login... É muito importante preencher os dados corretamente na hora do cadastro para que não haja nenhum problema na hora da entrega. A forma de pagamento é super simples e segue o mesmo esquema de sites internacionais! Eles usam o Paypal que é um método de pagamento super seguro! Lembrando que é necessário ter um cartão internacional para fazer a compra...  Se você não tem, provavelmente sua mãe/pai/tia/papagaio ou periquito vão ter!
Outra coisa legal do Sheinside é que eles sempre tem alguns cupons de promoção na página incial, então fique atento para salvar um dinheirinho nas compras! E para quem tem Facebook, se você entrar logada com ele, ganha 20% de desconto na primeira compra e 5% nas próximas. É pra amar e virar cliente fiel, não é mesmo?
Finalmente, após o pagamento ser aprovado, você pode ir acompanhando o seu pedido pelo site! Não é ótimo? Ai não rola tanto aquele medinho de não chegar. Você pode escolher o modo de entrega, mas escolha o Standart Shipping se não quiser pagar frete! A minha encomenda por exemplo, demorou mais ou menos um mês para chegar, então não se preocupem se atrasar um pouquinho. Pra quem compra pela internet é essencial ter paciência!
Vamos ao look...
Vestido: Sheinside (CLIQUE AQUI) | Bota: Andarella | Acessórios: Forever 21 e Henrique Jóias

Completamente apaixonada no vestido. Comprei outro também e estou louca para mostrar pra vocês! Assim que usar posto aqui :)

Lembrando que nas compras acima de U$ 50,00 você pode ser taxado pela alfândega brasileira. A taxa é de 60% acima do valor pago na sua compra. Eu não fui taxada e prefiro correr esse risco porque na maioria das vezes as peças são tão baratas que até sendo taxadas ainda ficam em conta.

Espero que vocês tenham gostado da dica!
Beijo beijo,
Jéssica

Look: Stop

Tô morrendo de saudade daqui e de vocês... E mais uma vez to sumida e vou explicar pra vocês o porque, eu comecei a trabalhar aqui em Pompano e não tenho tempo pra tirar foto ou fazer post agora... Mas eu prometo dar um jeito e não deixar o blog tão abandonado assim! Amanhã eu vou fazer um vídeo falando mais sobre a viagem e sobre meu trabalho...
Bom, semana passado eu tirei foto da roupa que eu usei para sair aqui... Eu estou completamente apaixonada pelo estilo da Kylie Jenner e tenho me inspirando um pouco nos looks dela, então resolvi usar o combo cropped + jeans cintura alta + botinha e adorei, já quero repetir, hahaha!!!
Cropped: Zara | Short: My Philosophy | Bota: Andarella | Óculos: Ray-Ban | Camisa Xadrez: Duo

Jesuuuus quanta foto! Hahaha!
Tá aprovado?
Prometo não abandonar vocês...

Beijos,
Jéssica 

Dicas: 2nd Shot Bazar

Essa diquinha é maaaaaara pra quem mora no Rio de Janeiro ou em alguma cidade próxima, ou vai estar curtindo a cidade maravilhosa nesse final de semana! No sábado, dia 16/08 vai rolar um bazar super legal no Piano Bar do Clube Novo Leblon na Barra da Tijuca a partir das 11h da manhã! As peças foram selecionadas à dedo pela minha querida amiga Fernanda Oliveira e pela Amanda Senna e são roupas nunca usadas ou semi novas das melhores lojas e marcas, como Ateen, Bo.bô, Farm, Forever 21 e etc. Vale a pena ir e dar aquela segunda chance a roupa que às vezes é a sua cara e está esquecida no armário de outra pessoa! O evento ainda vai contar com consultoria Mary Kay, um stand da Wall Bijoux, Dj e um buffet cheio de comidinhas gostosas! E digo mais, os preços vão estar SUPER em conta! Vai perder?
Eu queria estar no Brasil pra poder ir também :( Mas não perco a próxima!
Meninas, vão e depois me contem! <3

Beijocas,
Jéssica

Vídeo: Entrevista no Programa Inventando Moda

Eu contei pra vocês sobre a entrevista no quadro Inventando Moda com a queridíssima Luciana Peixoto no programa Bom Dia Cidade mas muita gente não pôde assistir... E pra quem perdeu a minha entrevista, aqui está o vídeo! Eu já deveria ter feito esse post há mais tempo mas foi tanta correria que eu esqueci hihi (não briguem comigo! Tenho cabeça de melão mesmo)! Mas aí está... Espero que vocês gostem e não reparem que quando eu fico nervosa eu entorto a boca.... hahahahaha! Agora que eu falei vocês vão reparar mais ainda, mas tudo bem!

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR A MINHA ENTREVISTA.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR OS LOOKS QUE EU MONTEI.

Beijo beijo,
Jéssica

Reflexão: E Como Fica o Mundo?

Eu não sou muito fã do mês de Agosto... Pode ser bobeira, até mesmo algum tipo de superstição antiga, mas dizem que é o mês do azar. Infelizmente, Agosto de 2014 não pôde quebrar minhas expectativas... Hoje cedo, acordei com a triste notícia de que Eduardo Campos, candidato a presidente do Brasil, e aqueles que com ele viajam, haviam falecido. Antes de político, devemos lembrar que ele era filho, amigo, marido, pai e acima de tudo, ser humano... Assim como os que o acompanhavam.
Agora pouco li um texto que me fez refletir, não só sobre as piadas feitas "em cima" de sua morte, mas no geral... Como eu estou comigo. E achei que valia a pena compartilhar com vocês. Eu sempre disse que gostaria de usar esse meu "reconhecimento" na internet, de maneira que pudesse ajudar outras pessoas e as vezes fico sem saber como começar... Essa talvez não seja a maneira certa, mas é um começo...
"Logo cedo soubemos da notícia do avião que caiu em Santos. Ou explodiu. Ou bateu num helicóptero. Era mesmo um avião? Caiu numa casa? Numa academia? E as vítimas?

As notícias eram imprecisas. Como sempre, os fatos eram poucos, os comentários, boatos e invenções, muitos. Os portais e emissoras de rádio e TV contaminaram-se pelo clima Chacrinhesco da Internet que veio pra esclarecer, com as redes sociais pilotadas por pessoas que vieram pra confundir.
Enquanto nos desinformávamos sobre o acidente da 'aeronave' em Santos começaram os comentários sobre o 'sumiço' de Eduardo Campos. A rota entre Rio e Guarujá que coincidiam. O prefixo do avião que era o mesmo. A possibilidade dele estar a bordo. Com ou sem a família. A falta de contato com ele via celular. Outros afirmavam que ele estava no avião, mas não confirmavam sua morte. Alguns publicavam que ele havia morrido no acidente a partir de possibilidades.
Enquanto cada órgão de imprensa seguia suas próprias regras e divulgava o que podia, o povo das redes  dava início a outro ritual: o concurso de piadas a qualquer preço, em busca de pontos sociais no ranking da relevância.  E, como a toda ação corresponde uma reação de mesma intensidade em sentido contrário, o grupo das pessoas (de bom senso) que acham de péssimo gosto fazer piada com tragédias também começou a se manifestar, junto com a turma que baixa discografia de recém-falecidos (no caso, pessoas que iriam votar no candidato falecido).
Eduardo Campos era jovem demais pra morrer, 49 anos. Pai de cinco filhos, incluindo um bebê de quatro meses. Dói no coração da gente. Estava em terceiro lugar no ranking das intenções de votos para a presidência, o que faz o destino parecer ainda mais irônico e injusto. Estava ONTEM à noite ao vivo no Jornal Nacional, o que nos assusta ainda mais, porque prova que 'para morrer basta estar vivo' e que sim, podemos morrer do nada, inesperadamente, sem aviso, de uma hora pra outra.
Uma tragédia como esta assusta todos os vivos e cada um reage de uma maneira. Os sensíveis se identificam com o pai de família e sofrem. Os oportunistas fazem a leitura de interesses que lhes cabe. Os idiotas encontram no súbito foco coletivo pelo tema uma chance de se fazerem visíveis, ainda que com comentários cruéis ou piadas inadequadas.
Mas é preciso lembrar também que cada um é o que é e que, em vez de sairmos atirando e apontando dedos pra todos os que julgamos errados, poderíamos aproveitar a ocasião para vermos o estado atual do nosso mundo, da nossa rede, das nossas relações.
E como está o mundo?
Eu vejo um mundo onde todos têm câmeras para revelar  imagens, mas todos só conseguem tirar fotos de si mesmos, porque o self é o único interesse.
Eu vejo um mundo onde tantos têm megafones nas mãos, voz ampliada pra todo planeta, mas não têm nada para dizer.
Eu vejo um mundo de pessoas desesperadas por atenção, mesmo sem saber o que vão fazer quando estiverem no centro do palco.
Como todo mundo, também tiro selfies. Também me perco, me confundo. Também sou cruel e faço bobagens. E me arrependo depois. Ao falar do mundo que vejo não me isento, sou parte dele.
Só acho que estamos ansiosos demais, buscando demais, preocupados demais. Ninguém se importa tanto com a gente. Ninguém se importa com sua roupa, sua pinta, seus quilos a mais, ninguém.  Ninguém se incomoda com sua unha lascada, com a cor do seu cabelo. É tudo loucura da nossa cabeça. Do nosso ego que quer ser maior do que somos. Aqui, um parêntese: eu só consegui deixar de engordar sem parar quando descobri que eu queria ser MAIOR do que eu sou. Mais famosa, mais rica, mais inteligente, mais bonita, mais mais e mais. E essa GULA por se mais me fazia ter sucesso em uma única coisa: pesar mais. Eu fiquei maior, mas em largura.
Essa coisa de querer ser maior não é errada. E nem quer dizer que temos que nos conformar com o que somos, com o status em que nascemos e ficarmos presos a ele como numa casta do sistema social Indiano. Normal querer subir na vida. Mas subindo ou não, felicidade é contentar-se com o que se tem a cada momento, mesmo desejando ampliar os horizontes. Essa coisa de querer ter mais dinheiro do que sabemos usar, mais amigos do que podemos administrar, mais fama do que somos capazes de  suportar é só gula. Ambição desmedida. Não rola.
Por isso, acho que podemos sofrer sim com a morte de Robin Williams, do garoto do Hermes e Renato, do Chorão, da namorada do Mick Jagger, do Phillip Seymour Hoffmann, do Mandela, do Eduardo Campos. Podemos comentar, podemos escrever #RIP e sentir o quanto é bom ter pessoas com as quais compartilhar sentimentos. Mas não é preciso usar TUDO, até os mortos, para competir. Para ser mais. Para ser maior.
Porque, olha, se a morte serve pra alguma coisa é pra dar um toque pra quem está vivo de que isso aqui tudo é efêmero demais. Incontrolável. Inapreensível. A gente não sabe o que acontece depois da morte, não sabe de onde veio, nem pra onde vai. Não sabe quando nem como vai morrer. E por tanto que não sabemos, poderíamos pelo menos ter uma certa leveza em aproveitar o que temos enquanto temos a vida. E deixar os outros viverem também.
Eu não conhecia Eduardo Campos. Eu não tinha resolvido voltar nele. Mas eu sofro com a morte dele, do fotógrafo que estava a bordo, dos pilotos, das crianças de Gaza, dos meninos judeus que foram assassinados. Eu sofro como qualquer um sofre com a dor do outro. Porque se a dor do outro é possível ela pode acontecer comigo também. Isso é empatia.
Eduardo Campos morreu. Uma tragédia.
A nossa vida continua.
A nossa vida vai ser, enquanto ela durar, do jeito que a gente quiser.
Ela vai ser o que a gente fizer dela.
E, se a gente tiver consciência e parar um pouco com essa loucura de querer ser amado por todos, aceito por todos, reconhecido e aplaudido por todos, talvez possamos fazer das nossas vidas um coisa leve e prazerosa.
Porque se continuarmos nessa picuinha de brigar, discutir, condenar, proliferar idiotices, apontar, acusar, xingar, brigar (como eu faço de forma tão errada com tanta frequencia) nós vamos ser condenados a ficar nessa vida besta, policiando os outros.
E, se é pra viver com as opções  de sermos carrascos da vida alheia, piadistas de tragédias, julgadores de costumes e divulgadores de imbecis, talvez seja melhor morrer mesmo."
É engraçado pensar que eu também já passei por isso... Competia com amigas, com conhecidas, com gente que eu nem mesmo conhecia e pior, competia comigo. Eu tinha que ser mais bonita que fulaninha, mais popular que cicrana e não percebia o quanto o dia a dia estava ficando pesado, o quanto eu ficava obcecada com a minha aparência ou como as outras pessoas me viam, pessoas que na maioria das vezes nem se importavam comigo. No final eu não me sentia bem comigo mesma nem com ninguém. O mundo só tornou a ser colorido novamente a partir do momento que eu resolvi me aceitar exatamente do jeito que era... Feia ou bonita, rica ou pobre... Me afastei de tudo aquilo que me fazia mal e ufa... Foi um peso enorme retirado das minhas costas! Hoje eu me amo como sou e todos os dias travo uma batalha tentando melhorar meus defeitos.
Aliás, uma tragédia dessas só nos faz perceber o quanto o dia de amanhã é imprevisível, e o quanto não devemos desperdiça-los com coisas que não nos acrescentam nada. Afinal, a vida não é uma competição, não queira ser como outra pessoa ou melhor do que ela... Mas sim você. VOCÊ é único.

O texto foi retirado da coluna "Querido Leitor" por Rosana Hermann no site R7.

Resenha: Tangle Teezer e Leite Protetor Nick & Vick

Há algum tempo atrás descobri dois produtinhos que mudaram minha vida... Hahaha, tá, não é pra tanto ... Mas testei por um tempinho antes de contar os resultados para vocês e posso dizer que estou amando!
Primeiro eu vou falar sobre a Tangle Teezer. Ela é a escova queridinha das famosas, inclusive da princesa Kate Middleton. Eu já havia lido vários comentários e todos falavam sobre como ela desembaraçava os cabelos de forma mágica e todo aquele blablablá. Eu realmente fico com receio de acreditar em todos os blogs que leio e acabar gastando dinheiro em promessas normalmente não cumpridas... Mas pra quem não sabe, eu tenho MUITO (muito mesmo) cabelo, e os fios são muito finos e embaraçam facilmente, e como ele estava caindo e quebrando bastante nessa de pentear o cabelo, que eu acabei recorrendo a famosa Tangle Teezer... E o resultado foi ma-ra-vi-lho-soooo! Pode ser até difícil de acreditar, mas ela é fora do comum (mesmo me lembrando uma saboneteira)! Eu levo 3 vezes menos o tempo que eu levava para desembaraçar o meu cabelo, meus fios não quebram mais (no máximo vejo uns 3 fios de cabelo na escova) e ela massageia o couro cabeludo, o que pra mim não faz diferença alguma. Existem algumas outras escovas que são parecidas, mas a TT é um produto patenteado, ou seja, nenhuma "imitação" vai ter o mesmo resultado! O preço dela é meio salgadinho, mas eu pedi para o meu irmão trazer da última viagem dele, enquanto eu ainda estava no Brasil (onde custa mais ou menos 70,00 reais).
Valeu CADA centavo!
Já o segundo produto, é o Leite Protetor térmico e UV da Nick & Vick. Ele protege os fios do calor da chapinha e do secador e previne os danos causados por eles. Eu que sou adepta ao secador, sempre procuro algum creme para evitar que os fios fiquem quebradiços e ressecados... Mas depois que o meu da L'oreal acabou, eu custei a encontrar algum que não deixasse meu cabelo pesado e com aspecto de sujo em pouco tempo! Até que encontrei esse da Nick & Vick na loja Frêda em Petrópolis... E ele virou meu queridinho!!! Sempre aplico no cabelo úmido antes de usar o secador ou a chapinha e ele tem um cheirinho maravilhoso... Aliás, todos os produtos dessa marca tem <3 hahaha. Ele custou em torno dos 30,00 reais.

Espero que tenham gostado das dicas!
Beijocas,
Jéssica

Look da Leitora: Stylish Ones

Não esqueci do look de vocês meninas! Mas tive um problema no gmail e não estava conseguindo abrir os e-mails de vocês! Mas o post está de volta!!!
Hoje os looks são de meninas super estilosas com looks básicos e mais elaborados... 
Vocês não tem noção de como esse tipo de look está bombando aqui na Florida. Floral, rasteirinhas, gladiadoras... Só se vê isso! A lindíssima Larah Tavares comprou esse Macaquinho que além de maravilhoso parece ser super confortável na Farm, a gladiadora é da Arezzo e o óculos é o Clubmaster da Ray-Ban. Uma ótima inspiração para o verão né?!
Esse é um look super básico, elegante e facílimo de "copiar"... Todo mundo acaba achando peças parecidas no armário! A Vitória D'ugo usa regatinha da Forever 21, a calça é da Abercrombie mas ela mesmo fez os rasgos (amei!), a bolsa foi um achadinho do armário da vó dela e o salto é de uma lojinha no Caribe. Adoooro quem improvisa nos looks! E pros dias mais frios, é só optar por um blazer por cima e pronto! A Vitória também é blogueira... Quem quiser acompanhar o blog dela, é só clicar AQUI.
Eu tô baaaaaabando nesse look da Camila Teixeira! Quero essa blusa detalhes transparentes pra ontem!!! A Ca tem 17 anos e mora em Vitória da Conquista, na Bahia e arrasou com a produção... Dá pra ir pra balada ou em um jantar mais formal... A Blusa e a bolsa são da Zara (vou correr pra lá), a botinha fofa é da Arezzo, a saia é Renner e a jaqueta branca é da Ellus. AMEI!
E por último, o look da Beatriz Quaresma que apesar de simples, me conquistou por causa das fendas laterais! E por ser da malha, o vestido também pode ser usado de dia com uma rasteirinha e alguns acessórios e não ficar tão arrumado assim! Ela comprou o vestido na Leader e o sapato ela não lembra :/... Mas nós adoramos peças lindas de marcas acessíveis viu Bea?! :)

Não esqueçam de mandar o look de vocês meninas, com pelo menos 1 foto de corpo inteiro e com os devidos créditos para o e-mail blogdajec@gmail.com!

Beijos,
Jéssica
© 2014 - Todos os direitos reservados - Designed by Reni Junior